Só querer não é poder

É muito comum ouvirmos a frase “Querer é poder.” quando pessoas, cheias de boas intenções, querem incentivar outras a buscarem seus objetivos.

Mas pensemos mais seriamente sobre esta frase: querer, de forma sincera, não basta! É evidente que querer, sem qualquer outra ação, é absoluta perda de tempo. Se bastasse, todos os nossos sonhos se tornariam realidade num piscar de olhos. Todos nós, sem exceção, ganharíamos na Mega-Sena, ganharíamos carros importados em concursos de lata de massa de tomate, nos casaríamos com a Nicole Kidman ou com o Bruce Willis, enfim, seriamos plenamente felizes.

Acontece que o ato de querer, em um sentido mais amplo, deve ser seguido de outros verbos, tais como planejar, intuir, sentir, auto-instruir, ousar e, sobretudo, agir. Para estes verbos serem utilizados, necessita-se que a força motriz, que há dentro de cada um de nós, apareça e entre em funcionamento. Esta força motriz (vontade) é auxiliada pela coragem de fazer, pela ousadia no desconhecido, pela “certeza” através da intuição.

Ouço pessoas que chegam ao ponto de dizer coisas do tipo: “Se tudo der certo, eu vou…”, “Se Deus preparar o caminho…”, “Com sorte eu vou…” e se esquecem que, se não planejarem, se não se prepararem convenientemente, se não agirem, nada vai acontecer, pois as coisas só acontecem se houver algo que FAÇA acontecer. É claro que se é você que quer, é você que deve fazer acontecer.

Acredito na frase “só erra quem faz”, pois quem não tenta, tem 100% de chance de não errar. Entretanto, suas chances de conseguir que algo caia do céu são ínfimas. Aqueles que tentam, mesmo cometendo enganos, mesmo tendo sobressaltos e desencontros, são pessoas destemidas e ousadas e, cedo ou tarde, virão a experimentar o sucesso. Somente estes, terão possibilidade de ver seus sonhos se tornarem realidade, de tornar o seu “QUERER” em “PODER” .

Sobre Marcio Martins Moreira

Nascido em 1971, São Paulo, conclui o curso de Bacharelado em Ciências Contábeis durante meus trabalhos numa Multinacional da área textil, onde trabalhava como Analista de Sistemas e Métodos. Conclui o curso de pós-graduado em Análise de Sistemas pela FECAP/SP e, profissionalmente, desenvolvi muitos trabalhos na área de O&M, Planejamento e Tecnologia em Empresas Multi-nacionais, buscando sempre soluções na área corporativa centrada em pessoas. Faixa Preta em Artes Marciais (Kung-fu), tinha como outros hobbies a música, o xadrez e a filatelia. Em 1996, tive a honra de desposar a mais especial das mulheres, minha amada esposa Luzia Contim. E com toda esta história, no ano 2000 iniciou-se a grande mudança profissional em minha vida (coincidindo com o fim do milênio?), aumentando o interesse em filosofia e no estudo da estrutura do pensamento do Ser Humano. Nesta mesma época, a iniciação em diversas filosofias, incluindo o Reiki (hoje Mestre-Orientador pela Reiki Association International) e o estudo da Maçonaria, transformaram minha vida. Na Maçonaria, tive a honra e o privilégio de presidir 04 Lojas, ocupando praticamente todos os cargos possíveis, atingindo o mais alto grau do REAA (33o Grau) e presidindo o mais Alto Corpo Filosófico. Os estudos em Programação Neuro-Linguistica e Hipnose Ericksoniana, juntamente com minha formação em Psicanálise deram suporte à minha carreira de palestrante. E entre tantas novidades, Oratória e Teatro foram fundamentais para a melhoria na apresentação e na comunicabilidade. Hoje, master/trainer em PNL, escritor, psicanalista e professor de hipnose, dirijo o Instituto Mentes Mudando o Mundo, mantenho atendimentos de coaching individual utilizando os recursos adquiridos com psicanálise, hipnose e principalmente PNL. Quanto à carreira literária, estou em meu terceiro livro, expondo os temas que desenvolvo nos eventos como treinador e palestrante, tendo entre os temas, Desenvolvimento Pessoal, Motivação e Autoconhecimento, onde milhares de pessoas já participaram e que agora fazem parte da minha maravilhosa rede de amigos.

Deixe uma resposta