OS BENEFÍCIOS DE DELEGAR

Muitos profissionais obtém sucesso em seus negócios, em suas carreiras, em seus empregos, por realizarem com as próprias mãos tarefas de difícil execução, e que exigem uma capacidade e habilidade de execução que eles possuem.

Por conta disso, e para manter o bom andamento do seu negócio ou o seu emprego, eles continuam executando e acabam adquirindo um comportamento centralizador.

Como exemplo podemos citar os chefes centralizadores, que não delegam tarefas ou responsabilidades a seus subordinados, fazendo com que os membros da equipe apenas cumpram ordens, perdendo a grande oportunidade de ouvir os seus liderados sobre novas ideias, estratégias, opiniões. Eles continuam executando e centralizando, pois o que os levou ao sucesso foi justamente a sua capacidade de executar e sua ampla capacidade técnica.

Enaltecendo e reconhecendo o mérito pelo sucesso alcançado, há que se considerar que é parte do desenvolvimento e crescimento pessoal e empresarial, que o profissional de sucesso aprenda a delegar atividades. Delegar com eficácia significa dar a tarefa certa à pessoa certa, concedendo a autonomia necessária e adequada, para que o trabalho possa se desenvolver e fluir de forma eficiente, produtiva e harmoniosa. Delegar também significa conceder determinado grau de autoridade e poder para um subordinado ou liderado.

O desenvolvimento de pessoas é necessário para o crescimento de uma empresa, um negócio, uma atividade. Portanto, o profissional que busca ensinar e desenvolver seus subordinados a realizar determinadas tarefas, terá inúmeras vantagens, tanto para a empresa, para os liderados, como para seu próprio crescimento e desenvolvimento.

Para a empresa, poderão surgir novas oportunidades, novas estratégias, aprimoramento de produtos e serviços, novos clientes, melhores resultados.

Para os liderados, haverá valorização pessoal e os motivarão a darem o seu melhor e a aperfeiçoarem-se progressivamente, de modo a poderem enfrentar novos desafios, e paralelamente, se verem comprometidos com o sucesso da empresa. Em ambientes de valorização e autonomia, é muito comum o despertar dos talentos pessoais dos liderados.

E para o Líder, ao tirar o excesso de responsabilidade de si, poderá direcionar o seu precioso tempo a elaborar novas estratégias, novos negócios, preparar um sucessor, e possibilitar algo importantíssimo e absolutamente necessário: tempo livre para descanso, lazer e férias.

02Texto de Luzia Contim Moreira, Administradora e Coach.

Deixe uma resposta